...
Revisão e primeiras impressões de Poderes e Heróis Mágicos: Era do Caos

Revisão e primeiras impressões de Poderes e Heróis Mágicos: Era do Caos

O lançamento global teve lugar ontem à noite Poderes e Heróis Mágicos: Era do CaosO novo jogo foi anunciado pela Ubisoft, a editora do jogo. De acordo com os criadores, o novo jogo tornou-se uma reimaginação do lendário "Heroes 3"O jogo é livre de jogar, o que significa que tem de doar dinheiro e comprar moeda no jogo. O jogo é livre de jogar - o que significa que tem de doar, comprando moeda dentro do jogo, o que não o torna mais bonito. (Por outro lado, os criadores têm de pelo menos comer pão e água, por isso não vejo nada de errado 🙂 - nota de Oleg)

Parte do mundo do jogo está "em construção" - os criadores prometem aumentar os locais nos próximos patches, se a Era do Caos continuar a ser um produto interessante com um público consistentemente jogável.

heróis do poder e da magia 3

Este é o aspecto do velho HoMM3

Poderes e Heróis Mágicos: Era do Caos

E este é o novo Heroes 3. A diferença entre as imagens é de 20 anos

A nossa equipa editorial já teve oportunidade de jogar Era do Caos, e aqui as opiniões dividem-se - creio que não foi necessário "regressar às raízes", e esta viragem da trama indica antes que o "Jubileu" se esgotou. Afinal de contas, é muito mais fácil tomar como base uma história já contada do que tentar inventar novos mundos e conflitos. Além disso, não há muitos verdadeiros conhecedores de jogos da velha guarda que estejam dispostos a investir num título bem conhecido - lembre-se que o HoMM 3 apareceu quase em 1999. E se apanhasse o jogo numa idade sã, deveria ter agora prioridades ligeiramente diferentes de voltar a ser sugado para o jogo, como fez no liceu.

Também na Era do Caos decidimos retrabalhar os gráficos - de tal forma que se parecem com os memes da última apresentação de Tesla. Aqui nas antevisões (e quando as personagens estão a falar umas com as outras) temos obras de arte fixes - as mulheres de soutiens blindados estão a mostrar tudo como deve ser. Mas no jogo as personagens são como as de Shukshin "um pouco mais feias", provavelmente porque "a atmosfera não é assim - mais pressão".

tesla truck meme

Parece extremamente pouco convincente - as cabeças dos arqueiros, por exemplo, são do tamanho do cavalo do cavaleiro que está ao seu lado. Separadamente, o menu principal é também digno de menção - pessoalmente não gostei muito da interface, embora Oleg pense o contrário.

Não é que eu não pense assim, é apenas que esta é a tendência. Quero dizer, olha para o mesmo Heróis ociosostambém, tudo é torcido. Acredito que o design não deve interferir com o jogo, e se for o melhor, deve ajudar. Nos novos Heróis, o design não me incomoda, mas sim a variedade de jogabilidade que já vi o suficiente. Embora não seja muito claro quão rapidamente me aborrecerei com "castelos de ocupação" e com lutas com heróis monótonos. - Nota: Oleg.

Ao mesmo tempo, a primeira meia hora de puro tempo de jogo não permite compreender completamente todos os encantos do jogo - precisamos de marcar pelo menos um nível decente para podermos entrar em PvP. Assim, exploramos preliminarmente os locais, balançamos, reunimos um exército - que consiste em cavaleiros, arqueiros e cavaleiros, um pouco mais tarde serão acrescentados monges, que juntamente com causar danos também tratam os aliados. O protagonista é capaz de lançar feitiços - ele lança pedras e enterra o exército, depois novos feitiços são-nos revelados. Podemos colocar unidades do exército em qualquer ordem que quisermos - como acontece (!), os cavaleiros podem flanqueá-los se não encontrarem resistência, o que é muito útil. Temos de ver cavaleiros inimigos semelhantes e mantê-los afastados dos nossos arqueiros. Em suma, há margem para tácticas, o que é bom.

Vê, já viu vantagens que os antigos Heróis não tinham. E depois torna-se mais interessante. Quando, no nível 22, se ganha acesso ao Grémio - abre-se um mapa totalmente novo, com novas características. Até encontrei um edifício que começou a testar os meus conhecimentos de Heroes 3. Não é Nostalgia?

Um inquérito sobre novos heróis

Mas isso não é tudo. Existem 5 tipos de unidades no jogo (prestar atenção à sua qualidade, SSR é o melhor tipo, SR é o pior, R é o menos ok. Mas a princípio só haverá R e SR, por isso desenvolvê-los o mais possível para atingir níveis mais elevados e recolher SSR com estilhaços):

  • Pelotão de ataque
  • Defensiva
  • Assalto
  • Tiroteio
  • O pelotão de feitiçaria

Há diferentes raças no jogo: humanos, drenas, demónios e outras criaturas. E cada um tem um conjunto de unidades com as suas próprias peles e competências.

Também não devemos esquecer os próprios heróis. Há muitos deles no jogo, também. E no início apenas Katerina está disponível para nós, e um pouco mais tarde Riland. Mais uma vez, cada um com o seu próprio conjunto de competências no campo de batalha.

De qualquer modo, ainda é um trabalho em curso. - Oleg.

E no entanto, com todas as ambiguidades, tenho grandes expectativas em relação ao título. Por isso, não nos esqueçamos de actualizar o posto em breve, não vá a mais lado nenhum.

Concordo. Vamos jogar mais um pouco, e ver como está a correr, e depois reavaliar o jogo. - Oleg.

Pessoal, o que acham do jogo, quem já o jogou, por favor escrevam de volta nos comentários. É interessante 🙂

Подписаться
Уведомить о
convidado
6 комментариев
Старые
Новые Популярные
Межтекстовые Отзывы
Посмотреть все комментарии
Victor

"redesenhado especificamente para dispositivos móveis" - como um jogo móvel, tal jogo e tal imagem pode ser bom. Mas os heróis seriam certamente melhores.

Oleg Tsegelnik

Definitivamente não é Heroes 3, mas como um jogo autónomo num telemóvel, serve) no que me diz respeito.

Andrei

É um remake da Liga dos Anjos. Apenas as unidades são mais diversificadas.

Oleg Tsegelnik

Talvez. Ainda não jogou. Mas veio em contrabando - quase Heróis :))

Tom

Tenho de desapontar o autor desta "obra". Aqui não há qualquer retorno às raízes porque esta coisa com os terceiros heróis só tem em comum na parte do texto, e isso é muito parcial. E tu não sabes se os Jubileus se esgotaram, mas as revisões do jogo em forma de texto têm sido feitas nos dias desse HoMM3, por isso, tu esgotaste. Quanto aos conhecedores do NOMM3, temos o suficiente para libertarmos portos e jogos no NOMM3 e temos dinheiro, porque em virtude da idade já não precisamos de poupar em almoços "escolares". Publicações sobre tais jogos deveriam ter sido deixadas aos conhecedores do jogo ou nem sequer ter sido retomadas. Estaria melhor com erros de pontuação do que com tais disparates flagrantes. Nem sequer compreende quais são as vantagens reais do NOMM3 e colocar um mapa num mapa e uma simples vantagem de questionário num jogo desenhado para os ouvidos da série NOMM? Seria melhor escrever honestamente que este é mais um clone de outro grindrilku que requer doação para um desenvolvimento acelerado com tentativas de rolar para uma série de NOMM, embora nada em comum excepto alguns nomes com esta série não o seja.

Oleg Tsegelnik

Tom, penso que cada um tem as suas próprias expectativas e opiniões sobre qualquer jogo. Incluindo no NOMM3. É óptimo que tenha visto o jogo de forma diferente ou que as expectativas não tenham sido feridas, só porque não o foram. Seja como for, obrigado pelo seu comentário.

pt_PTPortuguese