...
O ciberdesporto móvel já não é o futuro, mas o presente

O ciberdesporto móvel já não é o futuro, mas o presente

Não pode ser um pro-gamer nos jogos de PC? Tente a sua mão no ciberdesporto móvel!

O mercado dos jogos móveis está a crescer a um ritmo tremendo, como evidenciado pelos dados reais. A partir de Maio de 2018, os analistas previram que o mercado de jogos (PC e móvel) crescesse 13,3% em comparação com 2017 - a receita total deveria ser de cerca de 137,8 mil milhões de dólares. Entretanto, o grande segmento de mercado é especificamente o dos jogos móveis, com receitas esperadas de cerca de 70,3 mil milhões de dólares, o que representa cerca de 51% das receitas totais. Entretanto, os jogos de PC ocupam 19% do mercado. Assim, os jogos móveis são muito mais atractivos em termos de rentabilidade do que os jogos para PC ou consola. Claramente, então, o ciberdesporto móvel é o próximo passo no desenvolvimento da indústria

As principais características positivas dos jogos móveis

  1. Acessibilidade. São normalmente feitos para múltiplos dispositivos ao mesmo tempo, tanto para smartphones como para tablets, além de haver quase sempre sincronização entre dispositivos para salvar o progresso.
  2. Casualidade. Controlos intuitivos e facilidade de aprendizagem permitem a diferentes géneros e grupos etários jogar com igual sucesso. No entanto, os jogos de computador têm um requisito de habilidade pessoal muito mais elevado.
  3. Sessões de jogo curtas. Ao contrário dos jogos de computador, os jogos móveis demoram 3-5 minutos a jogar, com excepção de alguns títulos AAA. À velocidade actual da vida moderna, este factor é uma grande vantagem.

Tipos de jogos ciber-desportivos móveis

Plataforma cruzada

Estamos a falar de títulos que podem ser jogados igualmente a partir de um telefone e de um computador. São muito poucos, uma vez que é impossível conseguir o mesmo controlo com o tap (screen tapping) e controlos de terceiros (rato + teclado ou joystick). O jogo de cross-plataforma mais popular é Pedra da lareira. Está disponível em PCs, tablets e smartphones. Outro PKI que é menos popular é Magic the Gathering (Mágica a Reunião). A propósito, Hearthstone é um representante dos eSports móveis - em alguns torneios, os jogadores profissionais praticam em tabuletas entre jogos.

Aqui está um vídeo da TechRadar comparando as versões para PC e tablet:

Adaptado

Estes são normalmente jogos que são criados à imagem e semelhança de títulos gerados por computador. As mais populares são as mais populares:

PUBG Móvel. Trata-se de um jogo com porta móveis que apresenta o facto de os jogadores de PC não conseguirem entrar nele. Isto deve-se aos controlos - apontar com torneira é muito mais difícil do que com um rato, e mesmo os jogadores mais duros no PUBG Mobile perderão para um jogador médio que joga com uma combinação rato + teclado.

Dito isto, mesmo a versão móvel do PUBG consegue jogar com controladores externos - compreensivelmente, isto arruína o jogo como disciplina e tais jogadores são imediatamente proibidos. Aqui está o que parece:

A segunda opção é correr o jogo através de um emulador. As consequências para tais "jogadores" são semelhantes - são também proibidas. De acordo com os criadores, o sistema monitoriza a velocidade, qualidade e desempenho dos alvos, e se um jogador mostrar algum nível extremo de habilidade, mas ao mesmo tempo estiver em posições baixas, torna-se imediatamente suspeito. Depois o seu jogo é monitorizado por especialistas, que chegam à conclusão de que ou ele é outro batoteiro, ou que tal jogador precisa de ser contratado por uma equipa profissional imediatamente.

Quando se trata do impacto do PUBG Mobile no eSports móvel, o jogo já acolheu um grande torneio com um prémio de 600.000 dólares no Dubai. É um feito muito sério e há mais por vir!

Fortnite. É um jogo portado para dispositivos móveis, mas não é totalmente claro sobre os jogadores. Aparentemente, a versão móvel será sempre jogada por jogadores móveis, mas os utilizadores de PC têm a opção de convidar jogadores móveis para modos cooperativos. A informação não é verificada, mas Fortnite no telemóvel é significativamente mais popular do que PUBG.

Fortnite tem mira automática, o que simplifica a jogabilidade, mas transforma-a num pouco de lotaria, na qual ganha aquele que viu o inimigo mais cedo e que tem uma arma mais poderosa. Mas a jogabilidade é montada de tal forma que o jogo não desce à acção constante - a maior parte do tempo ainda temos de vaguear pela ilha em busca de saque, para que não se possa morrer de uma bala perdida no início, mesmo que se queira.

Auto-contido

O maior estrato de jogos móveis em que são realizados eventos ciber-desportivos.

Vainglory. O equivalente de DOTA2 e LOL em eSports móveis. Os criadores do jogo vêm da Blizzard e da RIOT Games e estão também envolvidos no desenvolvimento e produção. Por Vainglory conduziu campeonatos e ligas independentes (semelhantes a splits em LoL), no Twitch no auge da final do Campeonato do Mundo, assistida por 56.000 espectadores. Disponível em smartphones e comprimidos.

A partir de hoje Vainglory - é um dos maiores títulos móveis de eSports, e os campeonatos são organizados, bem como MOBAs semelhantes para PC. Todos os controlos são implementados na torneira, com alguns jogadores profissionais que jogam com personagens agrícolas usando um estilete para uma torneira mais precisa. Com a introdução do novo modo 5x5 (antes do jogo lhe ter dado a opção de jogar 3x3), Vainglory tornou-se ainda mais próximo do jogo para PC.

Agora muitas equipas de topo têm a sua própria formação Vainglory, mas algumas das equipas realmente fortes são equipas independentes.

Clash Royale. A disciplina mais popular e mais fácil de usar do eSports móvel, sem equivalente no PC. Em 2017, as qualificações da ESWC (e a própria ESWC) foram realizadas sobre a mesma. Depois, em 2017, realizou-se também a final do Campeonato Mundial da Coroa de 2017, com um prize pool de 400.000 dólares. O pico da emissão foi visto por pouco mais de 270.000 pessoas. Disponível em smartphones e comprimidos.

Clash Royale pode ser considerado uma disciplina móvel eSports quase perfeita, uma vez que se presta à definição de "fácil de aprender, difícil de dominar" (um slogan da Blizzard, a propósito). O facto é que é possível ganhar torneios mesmo com cartas normais (sem utilizar cartas lendárias, por exemplo), e depende não só do estado da meta, mas também da habilidade pessoal do jogador e da sua compreensão da mecânica do jogo. A fim de nivelar as diferenças nos níveis de cartas, são utilizadas as chamadas "regras do torneio" - existe um certo nível permitido de cartas, inferior ao máximo, para que os jogadores não tenham uma vantagem desnecessária.

Em suma, a Supercell criou uma grande disciplina competitiva que tem um limiar de entrada incrivelmente baixo e requisitos de competências muito elevados. Isto é exactamente o que um jogo ciber-desportivo deve ser.

Infelizmente, os criadores de jogos móveis nunca foram capazes de criar um jogo de estratégia decente com um elemento competitivo. O problema é o controlo - as estratégias (especialmente as RTS) são muito exigentes em termos de micro e macro controlo, o que é muito difícil de implementar nos ecrãs tácteis.

Outro jogo (também a propósito, de Supercell) tem potencial para se tornar uma disciplina ciberesportiva - Estrelas de Brawl Stars. Escrevemos uma revisão aprofundada da mesma, pelo que recomendamos que siga esta ligação.

Vale também a pena notar que as corridas seriam uma grande opção para uma disciplina ciber-desportiva - por exemplo, o jogador russo Missuri ficou em terceiro lugar no WCG 2010 para o jogo Asphalt 5. Por razões desconhecidas, a Gameloft deixou de apoiar uma componente de corrida competitiva e lançou uma campanha simples - como resultado, a comunidade de jogos perdeu uma disciplina competitiva de pleno direito. A política da divisão móvel da EA é também muito questionável - eles preferem não fazer jogos competitivos, mas sim sugar dinheiro dos jogadores com a ajuda de donativos. É preciso brincar lá com bots, o que não é muito interessante.

Em última análise, é preciso dizer que o ciberdesporto móvel é um segmento de mercado muito promissor que já começou a desenvolver-se, e que será definitivamente popular dentro de alguns anos. Assim, se quiser tentar tornar-se um ciberatleta, os jogos móveis têm muito mais hipóteses de se tornar um agora mesmo.

Подписаться
Уведомить о
convidado
0 комментариев
Межтекстовые Отзывы
Посмотреть все комментарии
pt_PTPortuguese